Dirigentes rejeitam “garoto problema”





Dispensado recentemente do São Paulo após uma suposta briga com o volante Fábio Santos na concentração, o meia Carlos Alberto está com o “filme queimado” no Brasil. Dos 14 dirigentes de outros clubes entrevistados pelo jornal “Lance!”, nada menos que 11 disseram que não contratariam o jogador.

Uma amostra do quanto Carlos Alberto está “sem moral” está nos depoimentos de Vulpian Novaes, diretor de futebol do Náutico; e de Mário Celso Petraglia, presidente do Conselho Deliberativo do Atlético-PR. Confira:

“Carlos Alberto nunca interessaria ao Náutico, principalmente sabendo o histórico dele nos clubes por onde passou. No São Paulo, vimos seus casos de indisciplina e por isso não traríamos um jogador assim” – Vulpian Novaes

“Não é do perfil do Atlético Paranaense contar com um jogador que cria problemas dentro e fora de campo. Um jogador desse tipo, nem de graça jogará aqui” – Mário Celso Petraglia

Carlos Alberto, por sua vez, se defende alegando que não é “maluco” e que foi vítima de uma injustiça no São Paulo. Ao contrário de Fábio Santos, o camisa 19 não foi reintegrado e agora já procura outro clube.

By Vitrola


 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: