Palmeiras incontestável

Após 12 anos, o Palmeiras é novamente campeão paulista. Sob a direção de Vanderlei Luxemburgo, comandante na conquista estadual de 1996, a equipe alviverde levantou o troféu neste domingo, no Palestra Itália, após atropelar a Ponte Preta por 5 a 0, gols de Ricardo Conceição (contra), Alex Mineiro (3) e Valdívia.

Apesar do longo jejum, a formação paulistana demonstrou tranqüilidade para voltar a gritar “é campeão”. Dona de uma campanha sólida na fase de classificação, ela despachou o rival São Paulo na semifinal e derrotou a Ponte Preta, que segue sem um título, nas duas partidas decisivas.

O dono do troféu foi definido no primeiro tempo. Aos 19min, após cobrança de falta de Leandro, a bola desviou nas cabeças de João Paulo e Ricardo Conceição antes de entrar. Aos 33min, Alex Mineiro completou cruzamento de Élder Granja e se igualou a Kléber Pereira na artilharia, com 13 gols.

O placar foi mantido até os 28min da etapa final, quando os visitantes baixaram a guarda. Valdívia acertou bonito chute de fora da área, aos 28min, para ampliar. Alex Mineiro ainda balançou a rede duas vezes, aos 30min e 32min, para ficar isolado como goleador da competição.

O técnico da Ponte, Sérgio Guedes, escalou César e Elias, jogadores que havia declarado vetados pelo departamento médico. A equipe campineira até começou bem, mas teve seu ânimo esfriado com os gols dos anfitriões. Ao fim dos 90 minutos, o Palmeiras celebrou seu primeiro título de primeira divisão desde 1999.

O Palmeiras é o campeão paulista de 2008. Na tarde deste domingo, o Verdão venceu a Ponte Preta por categóricos 5 a 0 no Parque Antárctica, em São Paulo, na segunda partida das finais e quebrou um jejum de títulos estaduais que já durava 12 anos. Com o bom resultado em casa, o Verdão confirmou a vantagem que já tinha por ter melhor campanha ao longo de toda a competição e por ter vencido o jogo de ida por 1 a 0 no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, há uma semana. A Macaca, por sua vez, ficou com o vice no estadual pela quinta vez em sua história.

No duelo deste domingo, o Palmeiras, empurrado pela torcida, foi para cima da Ponte Preta e abriu o placar aos 19 minutos do primeiro tempo, com um gol contra de Ricardo Conceição. Aos 35 minutos, Alex Mineiro, de cabeça, ampliou para o Verdão. Na etapa final, Valdívia marcou aos 28 minutos. Em seguida, Alex Mineiro marcou novamente aos 30 e aos 32 minutos e garantiu o título para o Verdão.

Ficha Técnica

PALMEIRAS 5 X 0 PONTE PRETA

Palmeiras: Marcos (Diego Cavalieri); Élder Granja, Gustavo, Henrique e Leandro; Pierre, Martinez, Diego Souza e Valdívia; Kléber (Denílson) e Alex Mineiro (Lenny).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Ponte Preta: Aranha; Eduardo Arroz, César, João Paulo, e Vicente; Deda, Ricardo Conceição, Elias (Giuliano) e Renato; Luis Ricardo e Leandro (Wanderley).
Técnico: Sérgio Guedes

Estádio: Palestra Itália (Parque Antárctica), em São Paulo – SP
Data: 04/05/2008
Árbitro: Cléber Wellington Abade (SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Vicente Romano Neto
Cartões amarelos: Pierre, Kléber, Leandro, Gustavo, Valdívia (Palmeiras); César, Eduardo Arroz (Ponte Preta)
Cartões Vermelhos: Diego Souza (Palmeiras); Deda (Ponte Preta)
Gols: Ricardo Conceição (contra) 19’/1T, Alex Mineiro 35’/1T, Valdívia 28’/2T, Alex Mineiro 30’/2T, Alex Mineiro 32’/2T (Palmeiras)

Terra (www.terra.com.br)

By Vitrola

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: