Corinthians vence Botafogo e vai a final da Copa do Brasil!

Foi uma noite digna de final de Campeonato. A semi-final da Copa do Brasil ontem entre Corinthians e Botafogo, no Morumbi, além de levar mais de 60 mil fiéis fanáticos ao estádio paulista, atraiu olhares do Brasil inteiro.
 
Após perder o primeiro jogo por 2×1, o Corinthians precisaria vir pra cima dos botafoguenses que precisavam apenas do empate para chegar a final do torneio.
 
No primeiro tempo, o Corinthians foi melhor mas sem assustar muito o gol de Castillo. Mano Menezes apostou em três zagueiros e Cuca em três atacantes.
 
Aos 5 minutos, após cruzamento da esquerda, Diogo Rincón cabeceia rente à trave esquerda de Castillo, na primeira boa oportunidade do jogo. Aos 12, Saci arranca pelo meio e abre na direita para Alessandro. Ele levanta na área e Herrera se antecipa à marcação para tocar de direita sobre o travessão.
 
Aos 19, Herrera recebe lançamento na área e cabeceia bem, mas a bola vai sobre o travessão, dando um susto em Castillo.
 
Depois disso, o Corinthians caiu de produção e os dois times foram para o intervalo no 0x0. No segundo tempo,  Mano sacou Fábio Ferreira e colocou Acosta para tornar o time mais ofensivo. Foi seu último ato antes de ser expulso por invasão, por Evandro Roman.
 
E Acosta provou que a camisa 25 traz sorte sim ao atacante “gringo”. Logo aos 6, Chicão lança da defesa, Herrera ganha disputa na ponta direita, corta para dentro e rola para Acosta. O uruguaio, com tranqüilidade, empurra para o fundo das redes para delírio da fiel.
 
Mas logo em seguida, o fogão empatou o jogo. Aos 9, após cobrança de escanteio da direita, o Botafogo leva vantagem na bola aérea, conta com falha de Felipe e vê Renato Silva, livre, empatar a partida.
 
A fiel chamou a responsabilidade e passou a empurrar novamente o Corinthians. Até que aos 19, Chicão cobra falta com categoria e acerta o canto superior esquerdo de Castillo, que vê a bola “morrer” no fundo da rede.
 
Aos 32, o Botafogo cresce na partida. – Lúcio Flávio bate falta direta para o gol, Felipe se atrapalha, mas se recupera e encaixa a bola. Aos 42, Chicão e Carlão falham em contra-ataque do Botafogo, mas o ataque carioca não aproveita e Felipe fica com a bola.
 
O jogo vai para os pênaltis.  Aí todos converteram suas cobranças até Zé Carlos, que parou em defesa de Felipe no quinto disparo e viu a festa corintiana tomar o Morumbi.
 
CORINTHIANS
Felipe; Chicão, William e Fábio Ferreira (Acosta); Alessandro, Nilton, Eduardo Ramos, Diogo Rincón (Marcel) e Wellington Saci (Carlão); Herrera e Dentinho
Técnico: Mano Menezes

BOTAFOGO
Castillo; Renato Silva, André Luís e Bruno Costa; Túlio Souza (Zé Carlos), Leandro Guerreiro, Diguinho e Lúcio Flávio; Fábio (Alexsandro), Jorge Henrique e Wellington Paulista (Adriano Felício)
Técnico: Cuca

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa-PR)
Auxiliares: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA)
Público: 61.752 pagantes
Renda: R$ 845.089,00
Cartões amarelos: Dentinho, Herrera, William (C); Castillo, Fábio (B)
Gols: Acosta, aos 6min, Renato Silva, aos 9min, e Chicão, aos 19min do segundo tempo
Pênaltis: Chicão, Herrera, Nilton, Alessandro e Acosta (C); Lúcio Flávio, Alexsandro, André Luís e Jorge Henrique (B)

 
By Fernando Arbex
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: