Sport vence Corinthians e conquista a Copa do Brasil!

Foi uma noite inesquecível para a torcida do Sport. O time pernambucano precisava ganhar por dois gols de diferença do Corinthians para ganhar a Copa do Brasil e fez.

O jogo começou muito truncado no meio de campo. O Sport pouco criava e ainda dava espaços para o contra-ataque alvinegro. Aos 8, o Corinthians chega pelo lado direito e Alessandro levanta na área do Sport. Herrera chega de peixinho, mas a bola passa pelo jogador.

Aos 17, Dutra cruza fechado na área do Corinthians, goleiro Felipe protege e dá um tapa na bola, que passa por cima do seu gol. Escanteio para o Sport.

Aos 35, o primeiro bom ataque dos pernambucanos. Carlinhos Bala recebe assistência na área, domina a bola no peito e bate cruzado, de perna direita. 1×0 Sport!

Aos 38, Luciano pega sobra de cobrança de escanteio e, de fora da área, chuta forte de esquerda. Visão de Felipe é atrapalhada por Enílton e bola entra no gol. 2×0!

Mano voltou do descanso com Acosta e Lulinha, sacando Diogo Rincón e Carlos Alberto, respectivamente.

Logo aos 3 do segundo tempo, depois de longa posse no campo ofensivo, Diogo recebe pela direita e bate cruzado. Goleiro Felipe desvia e evita que bola chegue aos pés de Enílton. Aos 7, o Corinthians respondeu. Cobrança de escanteio na área, Acosta desvia de cabeça e goleiro do Sport espalma. Lance não valia, Herrera estava em impedimento e participando da jogada.

Aos 12, o Sport parte em velocidade no contra-ataque e Enílton erra passe para companheiro. Era uma boa chance para o time da casa chegar com perigo. Aos 25, Luciano Henrique faz jogada individual, coloca na frente do marcador e cruza à meia-altura na área. Felipe desvia com um tapinha e Roger não alcança.

Aos 28, Lulinha sai de frente para o goleiro Magrão, tenta toque rasteiro e goleiro do Sport salva sua equipe. Aos 43min, Acosta teve a chance de marcar o gol do título, mas tentou driblar Magrão, se atrapalhou e perdeu o lance.

Depois de despachar Vasco, Internacional e Palmeiras nas finais, o clube pernambucano deu seqüência à fila para conquistar o segundo título mais importante de sua história (foi campeão brasileiro em 1987) e garantir uma vaga na próxima Libertadores.

SPORT
Magrão; Diogo, Igor, Durval e Dutra; Daniel Paulista, Sandro Goiano, Luciano Henrique (Everton) e Kássio (Enílton); Carlinhos Bala e Leandro Machado (Roger)
Técnico: Nelsinho Batista

CORINTHIANS
Felipe; Carlos Alberto (Lulinha), Chicão, William e André Santos; Fabinho, Eduardo Ramos, Alessandro e Diogo Rincón (Acosta); Dentinho (W. Saci) e Herrera
Técnico: Mano Menezes

Data: 11/6/2008 (quarta-feira)
Local: estádio da Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Árbitro: Alicio Pena Júnior (Fifa-MG)
Auxiliares: Alessandro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Milton Otaviano dos Santos (Fifa-RN)
Cartões amarelos: Durval (S); Herrera (C)
Cartões vermelhos: W. Saci, William (C)
Gols: Carlinhos Bala, aos 35min, Luciano Henrique, aos 38min do primeiro tempo

By Fernando Arbex

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: