Espanha goleia Rússia e vai a final da Eurocopa!

Foi um jogão de bola. O equilibrio esperado por todos aconteceu nesta tarde em Viena, na Áustria. Espanha e Rússia fizeram um jogo digno de uma semi-final de Eurocopa.

Nas poucas oportunidades, a Espanha parou num dia inspirado de goleiro Akinfeev, que evitou o tento do rival em chutes de Fernando Torres e Villa, logo no começo da semifinal. Esse último, aliás, sentiu uma contusão e foi substituído por Fàbregas, ainda na etapa inicial.

A Rússia, por outro lado, tinha dificuldades para chegar ao gol do adversário. O meia-atacante Andrei Arshavin foi praticamente anulado. Coube ao atacante Pavlyuchenko causar algum perigo. Aos 35min, por exemplo, bateu colocado e assustou o goleiro Casillas, até então um mero espectador. Cinco minutos mais tarde, matou a bola no peito dentro da área, mas finalizou errado.

Mas isso mudou no segundo tempo. A Espanha voltou melhor. E logo abriu o marcador. Aos 4min, Iniesta fez bela jogada pela esquerda e bateu forte para a área. Xavi, atento, completou. 1 a 0.

Os russos sentiram o golpe. A partir daí, os espanhóis passaram a dominar a semifinal e desperdiçaram uma série de oportunidades, como um chute de longa distância de Fàgregas, aos 24min, e que Akinfeev mandou para escanteio.

O segundo gol era questão de tempo. E saiu aos 27min. Após um bela troca de passes no setor ofensivo, Güiza, que havia entrado no lugar de Fernando Torres, recebe livre e tocou por cima do goleiro russo.

Dez minutos mais tarde, a Espanha selava sua classificação à decisão da Euro-08. Em rápido contra-ataque, Fábregas rolou para David Silva, que teve a tranqüilidade necessária para definir o marcador. 3 a 0.

Rússia
Akinfeev; Anyukov, Berezutski, Ignashevich, e Zhirkov; Semak, Zyryanov, Semshov (Bilyaletdinov) e Saenko (Sychev); Arshavin e Pavlyuchenko.
Técnico: Guus Hiddink

Espanha
Casillas; Sergio Ramos, Puyol, Marchena e Capdevila, Marcos Senna, Iniesta, Xavi (Xabi Alonso) e David Silva; David Villa (Fàbregas) e Fernando Torres (Güiza).
Técnico: Luis Aragonés

Estádio: Ernst Happel, em Viena (AUT)
Árbitro: Frank De Bleeckere (BEL)
Assistentes: Peter Hermans (BEL) e Alex Verstraeten (BEL)
Cartões amarelos: Zhirkov e Bilyaletdinov (Rússia)
Gols Xavi, aos 4min, e Güiza, aos 27min, e David Silva, aos 37min do segundo tempo.

Fonte:uol

By Fernando Arbex

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: