Brasil vence Chile pelas eliminatórias

Na noite deste domingo, a Seleção Brasileira, com uma postura mais ofensiva, venceu o Chile por 3 a 0 em pleno Estádio Nacional, em Santiago, pela sétima rodada das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2010. Com o bom resultado fora de casa, o time do técnico Dunga (foto) ficou com 12 pontos e na vice-liderança da competição. Os andinos, por sua vez, ficaram com 10 pontos e no quinto lugar.

O Jogo
Empurrado pela torcida, o Chile tentou pressionar o Brasil no começo do primeiro tempo. O árbitro paraguaio Carlos Torres ainda chegou a se atrapalhar com o cartão amarelo e depois de punir Luisão injustamente, voltou atrás e se corrigiu assinalando uma falta cometida por Kléber. Aos 20 minutos, o panorama do jogo já mudou. Ronaldinho Gaúcho levantou a bola na área em uma cobrança de falta e Luís Fabiano desviou de cabeça para abrir o placar para os visitantes. Depois, aos 35 minutos, Diego foi atingido por Marco Estrada na área, mas Ronaldinho Gaúcho desperdiçou a chance de ampliar ao cobrar o pênalti nas mãos de Cláudio Bravo. No lance seguinte, o mesmo Ronaldinho Gaúcho cobrou escanteio, Maicon cabeceou e Cláudio Bravo defendeu quase em cima da “linha fatal”. E, já aos 44 minutos, Lúcio chutou da defesa, Luís Fabiano dominou a bola no peito e Robinho tocou fora do alcance de Cláudio Bravo para aumentar a vantagem verde-amarela.

Segundo Tempo
Logo no início da etapa final, o Brasil ficou sem Kléber, que já tinha cartão amarelo e acabou expulso por ter atingido Alexis Sánchez. O Chile, então, tentou aproveitar a vantagem de ter um homem a mais em campo. Aos 2 minutos, os andinos quase descontaram. Jean Beausejour recebeu de Jorge Valdívia na área, chutou cruzado e a bola passou perto da trave esquerda. Essa predominância dos donos da casa, porém, só durou até os 16 minutos, quando Jorge Valdívia atingiu Luís Fabiano em uma dividida e também foi expulso. Os brasileiros perderam outra chance aos 20 minutos. Luís Fabiano tocou fraco na saída de Cláudio Bravo e a defesa chilena afastou. Dez minutos depois, os mandantes perderam mais uma oportunidade. Matias Fernández mandou a bola por cima da meta de Júlio César em uma cobrança de falta. Finalmente, aos 38 minutos, Luís Fabiano se aproveitou de uma falha de Gary Medel dentro da área após um cruzamento de Maicon para “roubar” a bola e tocar entre as pernas de Cláudio Bravo para decretar a vitória brasileira.

E Agora?
Pela oitava rodada das eliminatórias sul-americanas para a Copa de 2010, o Brasil vota a campo no próximo dia 10 de setembro, para enfrentar a Bolívia no Engenhão, no Rio de Janeiro. No mesmo dia, o duela com a Colômbia, também no Estádio Nacional de Santiago.

CHILE 0 X 3 BRASIL

Chile: Cláudio Bravo; Gonzalo Jara, Gary Medel e Marco Estrada; Arturo Vidal (Roberto Cereceda), Carlos Carmona, Hugo Droguett (Jorge Valdívia) e Matias Fernández; Alexis Sánchez, Humberto Suazo e Mark González (Jean Beausejour).
Técnico: Marcelo Bielsa

Brasil: Júlio César; Maicon, Lúcio, Luisão e Kléber; Josué, Gilberto Silva, Diego (Elano) e Ronaldinho Gaúcho (Juan); Robinho e Luís Fabiano (Jô).
Técnico: Dunga

Local: Estádio Nacional, em Santiago – CHL
Data: 07/09/2008
Árbitro: Carlos Torres (PAR)
Cartões Amarelos: Marco Estrada, Jean Beausejour (Chile); Diego, Luís Fabiano, Luisão, Gilberto Silva (Brasil)
Cartões Vermelhos: Jorge Valdívia (Chile); Kléber (Brasil)
Gols: Luís Fabiano 20’/1T, Robinho 44’/1T, Luís Fabiano 38’/2T (Brasil)

Fonte: Bolarolando

By Vitrola

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: