Vitória cai no colo de Felipe Massa!

A vitória de Lewis Hamilton no GP da Bélgica deste domingo durou apenas três horas. Após conseguir o êxito em um final de prova dramático, o britânico foi investigado e sancionado pela organização da corrida, que o puniu com 25s e o derrubou para o terceiro lugar. Melhor para Felipe Massa, que havia chegado em segundo e acabou herdando o título. Nick Heidfeld, da BMW, ficou com a segunda posição.

Logo após o final do GP, os comissários informaram que estavam analisando, a pedido da Ferrari, a ultrapassagem do piloto da McLaren sobre Kimi Räikkönen, na penúltima volta. O finlandês liderava a prova mas, com o início de uma chuva fina, permitiu a aproximação do britânico, que aproveitou-se de uma chicane para tomar a primeira colocação.

Notando que havia se beneficiado, Hamilton chegou a devolver o primeiro lugar ao adversário, mas permaneceu em posição que facilitava uma nova ultrapassagem, o que de fato ocorreu. E a organização do evento não perdoou.

A mudança nas primeiras colocações também provocou uma alteração e tanto na classificação do Mundial de pilotos. Hamilton, que havia aberto oito pontos em relação a Felipe Massa (80 a 72), viu a diferença cair para apenas dois (76 a 74).

O único que não teve sua situação modificada foi Räikkönen, que liderou a prova praticamente de ponta a ponta até ser ultrapassado e acabar batendo em cheio em um muro de Spa. O finlandês foi superado por Robert Kubica na classificação geral, caiu para o quarto lugar, com 57 pontos, e ficou com chances mínimas de brigar pelo bicampeonato.

onfira a classificação final do GP da Bélgica:

1. Felipe Massa (BRA/Ferrari): a 14s461 de Hamilton
2. Nick Heidfeld (ALE/BMW Sauber): a 23s844 de Hamilton
3. Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes)**
4. Fernando Alonso (ESP/Renault): a 28s939 de Hamilton
5. Sebastian Vettel (ALE/Toro Rosso): a 29s037 de Hamilton
6. Robert Kubica (POL/BMW Sauber): a 29s498 de Hamilton
7. Sébastien Bourdais (FRA/Toro Rosso): a 31s196 de Hamilton
8. Mark Webber (AUS/Red Bull): a 57s237 de Hamilton
9. Timo Glock (ALE/Toyota): a 56s506 de Hamilton*
10. Heikki Kovalainen (FIN/McLaren-Mercedes): a uma volta de Hamilton
11. David Coulthard (ESC/Red Bull): a uma volta de Hamilton
12. Nico Rosberg (ALE/Williams): a uma volta de Hamilton
13. Adrian Sutil (ALE/Force India): a uma volta de Hamilton
14. Kazuki Nakajima (JAP/Williams): a uma volta de Hamilton
15. Jenson Button (ING/Honda): a uma volta de Hamilton
16. Jarno Trulli (ITA/Toyota): a uma volta de Hamilton
17. Giancarlo Fisichella (ITA/Force India): a uma volta de Hamilton
18. Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari): a duas voltas de Hamilton

Abandonaram:
Rubens Barrichello (BRA/Honda): volta 21
Nelsinho Piquet (BRA/Renault): volta 14

fonte:uol

By Fernando Arbex

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: