Archive for the ‘Que fase’ Category

Corinthians vence Criciúma e é campeão da Série B!

novembro 10, 2008

Depois de quase um ano, o sofrimento da fiel torcida enfim acabou há duas semanas atrás na vitória da equipe paulista sobre o Ceará. E neste sábado a torcida corinthiana pode comemorar o título da Série B com quatro rodadas de antecipação.

A vitória fora de casa sobre o Criciúma por 2×0(gols de Chicão e Cristian) e o empate do Avaí com o CRB por 1×1, deram o título para o Corinthians. Nada mais justo!

O time tem a melhor campanha disparada com 76 pontos em 34 partidas, não podendo mais ser alcançado por nenhum adversário a quatro rodadas do término da competição. Foram 22 vitórias, dez empates e apenas duas derrotas.

Parabéns e que o planejamento continue sendo feito, para que o time não passe por um vexame novamente!

By Fernando Arbex

Vasco com um pé na Série B!

outubro 6, 2008

Há meses venho conversando com meu amigo e companheiro do blog, Vitrola, que o Vasco da Gama está com um elenco limitado e que para mim era um dos grandes favoritos ao rebaixamento. E a atual situação do clube carioca não me faz mentir, faltando hoje 10 rodadas para o fim da competição.

O Vasco já vem errando no seus planejamentos há anos, e a queda este ano para a segunda divisão será mais que merecida. Não estou aqui fazendo votos querendo que o clube caia, principalmente porque penso que lugar de time grande é na primeira divisão. Só que a exemplo do Corinthians, Palmeiras, Botafogo, Grêmio e Atlético-MG, o rebaixamento pode significar um renascimento de um clube que está falido.

Infelizmente acredito sim e muito no rebaixamento do Vasco da Gama. Primeiro, porquê jogadores como Baiano(em fim de carreira e fora de forma),  Eduardo Luiz, Fernando e Valmir e cia não podem e não merecem vestir uma das camisas mais tradicionais do futebol brasileiro. Segundo, porquê o clube enfrenta Sport em Recife( Sport favoritissimo), Flamengo(favorito), Goiás(favorito) em Goiânia, nas próximas três rodadas.

O mais triste será ver um jogador do nível de Edmundo encerrar a carreira de uma forma melancólica. Caindo para Segunda Divisão.

Fernando Arbex

Cuca é demitido do Fluminense!

outubro 2, 2008

[Cuca.jpg]

O empate de ontem contra o Goiás no Maracanã, válido pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, rendeu na demissão do técnico Cuca do Fluminense na tarde desta quinta-feira.

O treinador chegou às Laranjeiras no dia 16 de agosto, dirigiu o clube por nove jogos, com duas vitórias, cinco empates e duas derrotas, 12 gols pró e 11 contra. Na oportunidade, o Flu ocupava a 19ª colocação na qual se manteve até agora.

– Eles decidiram me tirar. Por mim ficaria, mas agora não tem mais o que fazer. Vou sair quieto, do jeito que sempre fiz – lamenta Cuca.

– Foi uma decisão em comum entre diretoria, patrocinador e o próprio Cuca, que não pode ser considerado o único responsável pela campanha ruim. Porém, os resultados não estavam aparecendo e precisávamos mudar – diz Branco, coordenador de futebol do Fluminense.

By Fernando Arbex

Fluminense empata e cargo de Cuca balança!

outubro 2, 2008

Ainda não foi desta vez que o Fluminense deixou a zona de rebaixamento do Brasileirão. Jogando com um a mais praticamente todo o segundo tempo, o Tricolor apenas empatou com o Goiás, por 1 a 1, na noite desta quarta-feira, no Maracanã. O time carioca pressionou o segundo tempo inteiro, criou boas jogadas, mas não teve capacidade para fazer o gol da virada.

O resultado fez com que o Flu deixasse a lanterna da competição, mas o fantasma do rebaixamento ainda assusta após 28 rodadas. O time chegou aos 27 pontos e deixou o Vasco em último lugar a tabela de classificação, com 26. O Goiás continua na sua campanha de recuperação, com boas chances de alcançar uma vaga na Libertadores do ano que vem, chega aos 43 pontos e passa o Botafogo no número de gols marcados.

A demissão do técnico Cuca nem foi acertada pelos dirigentes do Fluminense, mas um nome já começa a ganhar força nas Laranjeiras: Alexandre Gallo. Ele, que já dirigiu o Atlético-MG e o Figueirense neste Campeonato Brasileiro, é o preferido de Celso Barros, presidente da Unimed, empresa médica que patrocina o clube tricolor.

Mas não vai ser fácil para Celso Barros fazer valer a sua opinião. Dirigentes tricolores são contra uma mudança de treinador neste momento e preferem apostar em Cuca até o fim da competição. Uma reunião está programada para esta quinta-feira e as duas partes colocarão seus pensamentos em discussão.

Cuca está no comando do Fluminense desde o dia 11 de agosto. Ele já dirigiu o time tricolor em nove partidas, com duas vitórias, cinco empates e duas derrotas. O time marcou sob seu comando 12 gols e sofreu 11.

fonte:globo.com

By Fernando Arbex

Maurren Maggi conquista título na Grécia!

julho 14, 2008

Maurren Maggi conquistou, nesta segunda-feira, a prova de salto em distância no Meeting de Rethymno, na Grécia, saltando 6,75m. A marca foi seis centímetros melhor que a da segunda colocada, a russa Tatyana Kotova, adversária direta de Maurren nas Olimpíadas de Pequim.

O resultado confirma a boa fase da saltadora brasileira. Há duas semanas, Maurren também conquistou o Meeting de Madri, batendo a medalhista de ouro no Mundial Indoor, a portuguesa Naide Gomes. A marca alcançada na Espanha foi cinco centímetros superior à conquistada na Grécia.

fonte:globo.com

By Fernando Arbex

Espanha goleia Rússia e vai a final da Eurocopa!

junho 26, 2008

Foi um jogão de bola. O equilibrio esperado por todos aconteceu nesta tarde em Viena, na Áustria. Espanha e Rússia fizeram um jogo digno de uma semi-final de Eurocopa.

Nas poucas oportunidades, a Espanha parou num dia inspirado de goleiro Akinfeev, que evitou o tento do rival em chutes de Fernando Torres e Villa, logo no começo da semifinal. Esse último, aliás, sentiu uma contusão e foi substituído por Fàbregas, ainda na etapa inicial.

A Rússia, por outro lado, tinha dificuldades para chegar ao gol do adversário. O meia-atacante Andrei Arshavin foi praticamente anulado. Coube ao atacante Pavlyuchenko causar algum perigo. Aos 35min, por exemplo, bateu colocado e assustou o goleiro Casillas, até então um mero espectador. Cinco minutos mais tarde, matou a bola no peito dentro da área, mas finalizou errado.

Mas isso mudou no segundo tempo. A Espanha voltou melhor. E logo abriu o marcador. Aos 4min, Iniesta fez bela jogada pela esquerda e bateu forte para a área. Xavi, atento, completou. 1 a 0.

Os russos sentiram o golpe. A partir daí, os espanhóis passaram a dominar a semifinal e desperdiçaram uma série de oportunidades, como um chute de longa distância de Fàgregas, aos 24min, e que Akinfeev mandou para escanteio.

O segundo gol era questão de tempo. E saiu aos 27min. Após um bela troca de passes no setor ofensivo, Güiza, que havia entrado no lugar de Fernando Torres, recebe livre e tocou por cima do goleiro russo.

Dez minutos mais tarde, a Espanha selava sua classificação à decisão da Euro-08. Em rápido contra-ataque, Fábregas rolou para David Silva, que teve a tranqüilidade necessária para definir o marcador. 3 a 0.

Rússia
Akinfeev; Anyukov, Berezutski, Ignashevich, e Zhirkov; Semak, Zyryanov, Semshov (Bilyaletdinov) e Saenko (Sychev); Arshavin e Pavlyuchenko.
Técnico: Guus Hiddink

Espanha
Casillas; Sergio Ramos, Puyol, Marchena e Capdevila, Marcos Senna, Iniesta, Xavi (Xabi Alonso) e David Silva; David Villa (Fàbregas) e Fernando Torres (Güiza).
Técnico: Luis Aragonés

Estádio: Ernst Happel, em Viena (AUT)
Árbitro: Frank De Bleeckere (BEL)
Assistentes: Peter Hermans (BEL) e Alex Verstraeten (BEL)
Cartões amarelos: Zhirkov e Bilyaletdinov (Rússia)
Gols Xavi, aos 4min, e Güiza, aos 27min, e David Silva, aos 37min do segundo tempo.

Fonte:uol

By Fernando Arbex

Felipe Massa vence na França e lidera a F1!

junho 23, 2008

Felipe Massa conseguiu uma vitória histórica no GP da França, disputado neste domingo em Magny-Cours. Esta é apenas a segunda vez que um brasileiro triunfa no país europeu. A primeira foi com Nelson Piquet, em 1985, ainda no circuito de Paul Ricard. De quebra, ele assumiu a liderança do campeonato pela primeira vez em sua carreira.

Massa também é o primeiro líder brasileiro do Mundial de Pilotos desde Ayrton Senna em 1993. O tricampeão assumiu a primeira posição daquela temporada após conseguir sua sétima vitória no GP de Mônaco, no dia 23 de maio. Desde então, nunca mais um piloto do país esteve nesta posição. Massa tem agora 48 pontos, contra 46 de Robert Kubica, atual segundo colocado.

Kimi Raikkonen, pole position, teve problemas com o escapamento de seu carro no meio da prova e chegou na segunda posição, após ser ultrapassado por Felipe Massa antes da segunda rodada de pit stops. Jarno Trulli, da Toyota, foi o terceiro após segurar de forma sensacional nas últimas voltas o finlandês Heikki Kovalainen, da McLaren, que terminou em quarto, mesmo após perder cinco posições no grid de largada.

Robert Kubica, da BMW Sauber, fez uma corrida burocrática e chegou na quinta posição. Ele agora está em segundo no Mundial de Pilotos, a dois pontos de Massa. Mark Webber, da RBR, errou logo após o primeiro pit stop, mas se recuperou e terminou em sexto em Magny-Cours.

Nelsinho Piquet foi o sétimo, após uma excelente corrida. O brasileiro esteve sempre na zona de pontuação e segurou a pressão de Lewis Hamilton no início da prova de forma exemplar. No fim, ele ainda foi premiado com um dos poucos erros do bicampeão mundial Fernando Alonso na corrida e ganhou dois pontos no campeonato. O espanhol, companheiro de Nelsinho, fechou a zona de pontuação com a oitava posição.

Lewis Hamilton fez mais uma corrida apagada, com outro erro bisonho. Ele, que já tinha sido punido com a perda de dez posições no grid de largada, teve de fazer um drive through após cortar a chicane Nürburgring, enquanto ultrapassava Sebastian Vettel na primeira volta. O piloto da McLaren chegou apenas na décima posição.

A próxima etapa da Fórmula 1 será no dia 06 de julho, na tradicional pista inglesa de Silverstone.

Confira o resultado final do GP da França:

1º – Felipe Massa (BRA/Ferrari)
2º – Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) – a 17s984
3º – Jarno Trulli (ITA/Toyota) – a 28s250
4º – Heikki Kovalainen (FIN/McLaren) – a 28s929
5º – Robert Kubica (POL/BMW) – a 30s512
6º – Mark Webber (AUS/Red Bull) – a 40s304
7º – Nelsinho Piquet (BRA/Renault) – a 41s033
8º – Fernando Alonso (ESP/Renault) – a 43s372
9º – David Coulthard (ESC/Red Bull) – a 51s021
10º – Lewis Hamilton (ING/McLaren) – a 54s538
11º – Timo Glock (ALE/Toyota) – a 57s700
12º – Sebastian Vettel (ALE/Toro Rosso) – a 58s065
13º – Nick Heidfeld (ALE/BMW) – 1min15s786 – a 1min02s079
14º – Rubens Barrichello (BRA/Honda) – a uma volta
15º – Kazuki Nakajima (JAP/Williams) – a uma volta
16º – Nico Rosberg (ALE/Williams) – a uma volta
17º – Sébastien Bourdais (FRA/Toro Rosso) – a uma volta
18º – Giancarlo Fisichella (ITA/Force India) – a uma volta
19º – Adrian Sutil (ALE/Force India) – a uma volta

Não completou:

Jenson Button (ING/Honda) – volta 17

Fonte:globo.com

By Fernando Arbex

Corinthians goleia Brasiliense e matém 100% na Série B!

junho 16, 2008

Marcelo Ferrelelli

O Corinthians deu mostras neste sábado de que não deixou o abatimento pela perda do título da Copa do Brasil influenciar no seu desempenho na Série B. Com um desempenho incisivo no jogo, o time alvinegro goleou o Brasiliense por 4 a 1 no Pacaembu e manteve 100% de aproveitamento na competição.

Logo aos 16 minutos, Alessandro cobra na cabeça de Willian, que testa para o chão, sem chances para Guto. Cinco minutos depois, o timão quase amplia. Willian chuta cruzado e Herrera, por pouco, não alcança de carrinho.

Aos 34, Fabinho toca na área para Dentinho, que é travado na hora do chute. No rebote, Eduardo Ramos manda uma bomba, e Guto espalma. Dois minutos depois, o Brasiliense responde. Jobson tenta jogada pela esquerda e chuta cruzado. A bola passa perto do gol de Julio Cesar.

Aos 44, Elias recebe na direita e chuta cruzado. Dentinho se estica para alcançar e chuta para fora.

Na segunda etapa, o Corinthians voltou um pouco sonolento e foi acordando aos poucos empurrado pela fiel. Aos 12,  a bola foi alçada na área para Rodrigo Félix, que, sozinho, cabeceou fraco. Julio César defendeu bem.

Aos 21, Bola mascada dentro da área sobra para Dentinho, que acha Herrera livre em posição duvidosa. O atacante não teve trabalho para marcar. 2×0!

Aos 26, Herrera é derrubado na área e o árbitro assinala pênalti. Chicão cobra no canto oposto de Guto e marca.

Aos 29, Lulinha arranca pela direita e chuta cruzado. A bola passa com perigo. No finzinho de jogo, aos gritos de olé, o Corinthians fez mais um. Douglas faz belo lançamento para André Santos pela esquerda. O lateral avança e chuta cruzado para marcar.

O Brasiliense ainda conseguiu descontar. Aos 45, Adrianinho ganha do marcador e chuta forte, de fora da área, no canto, sem chances para Julio Cesar.

A vitória deixou o Corinthians em uma situação muito confortável na Série B. Com 18 pontos, o time do Parque São Jorge abriu sete de vantagem na liderança para o segundo colocado (São Caetano, com 11). Já o Brasiliense se manteve com oito, agora no décimo primeiro lugar.

CORINTHIANS
Julio Cesar; Alessandro (Carlos Alberto), Chicão, William e André Santos; Fabinho, Eduardo Ramos, Elias e Douglas; Dentinho (Lulinha) e Herrera (Lima)
Técnico: Mano Menezes

BRASILIENSE
Guto; Valdir, Fábio Braz, Aílson e Kabrine; Bidu (Moré), Coquinho, Jardel (Juninho) e Adrianinho; Jóbson (Rodrigo Félix) e Alex Alves
Técnico: Alfinete

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Árbitro: Antônio Hora Filho (SE)
Auxiliares: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Almirdrovandro da Silva Lima (SE)
Público: 19.164
Renda: R$ 346.204,00
Cartões amarelos: Lulinha (C), Jóbson, Alex Alves e Bidú (B)
Gols: Willian, aos 16min do primeiro tempo; Herrera, aos 21, Chicão aos 26min, André Santos aos 44min e Adrianinho aos 46min da segunda etapa.

By Fernando Arbex

 

Virada histórica deixa Boston perto do título da NBA!

junho 13, 2008

O Boston Celtics conseguiu uma virada sem precedentes na história dos playoffs da NBA ao derrotar o Los Angeles Lakers por 97 a 91 na noite desta quinta-feira no Staples Center. Com o resultado, o time visitante fica a apenas uma vitória de conquistar o título da temporada da NBA, com 3 a 1 na série decisiva.

Além de romper a invencibilidade dos Lakers nos playoffs em Los Angeles, o Boston reagiu na partida após perder o primeiro quarto por 21 pontos, a maior diferença tirada de um período inicial na história dos playoffs. O Los Angeles fica obrigado a cumprir outra façanha histórica. Todas as equipes que abriram 3 a 1 nos playoffs finais foram campeões. O cestinha da partida foi Paul Pierce, com 20 pontos, sendo 14 nos dois quartos finais.

Com a vantagem conquistada na quarta partida da série melhor de sete, os Celtics podem confirmar o título já no próximo domingo, quando atuam novamente no Staples Center, em Los Angeles. Porém, mesmo que não consiga a vitória no duelo seguinte, a equipe precisará de apenas um triunfo nos dois jogos que fará diante de sua torcida.

Fonte: Globo

By Fernando Arbex

 

Felipe Massa é elogiado pelo chefe da Ferrari!

maio 27, 2008

O piloto brasileiro Felipe Massa está prestigiado na equipe Ferrari de Fórmula 1. Stefano Domenicali, chefe da escuderia italiana, elogiou o piloto depois da corrida de Mônaco no domingo passado.

“Felipe foi muito competitivo numa pista que ele não gosta, o que demonstra que ele está crescendo e continuará assim”, falou o dirigente sobre o terceiro lugar conquistado pelo piloto brasileiro -Lewis Hamilton, da McLaren, venceu no domingo a sexta de 18 etapas do Mundial de F-1. Robert Kubica (BMW) foi o segundo.

“Do ponto de vista da equipe, este crescimento ainda será muito importante”, completou Domenicali sobre o excelente aproveitamento de Massa nas últimas quatro corridas.

By Fernando Arbex

Inter de Milão é tri-campeã italiana!

maio 19, 2008

A Inter de Milão venceu o Parma fora de casa, e assegurou seu terceiro título consecutivo do Campeonato Italiano.

Bastava a equipe de Roberto Mancini vencer para ser campeã. A Roma, que brigava pelo título, só ficou no empate por 1 a 1 com o Catania e não conseguiu alcançar a Inter. Os gols da Inter foram marcados pelo sueco Ibrahimovic.

Com o resultado, a Inter encerrou sua participação no Campeonato Italiano com 85 pontos, três a mais que a vice-líder Roma, que terminou com 82. Já o Parma, com 34, caiu para a segunda divisão, já que o Catania empatou e se livrou do rebaixamento. Empoli e Livorno também deixaram a elite do futebol italiano.

Foi o 16º título da Inter.

Parabéns!

By Fernando Arbex

Palmeiras vence Inter no Palestra Itália!

maio 19, 2008

Marcelo Ferrelli

Jogando em casa contra o Internacional, o Palmeiras conseguiu sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro 2008. Muito se esperava deste confronto, já que ambas as equipes são favoritas ao título nacional.

O verdão dominou o primeiro tempo, e ainda contou com a ajuda do rival, já que Edinho foi expulso logo aos 18 minutos depois de uma entrada feia em Valdívia.

Logo aos 2 minutos, os visitantes assustaram.  Alex recebe sozinho na entrada da área e chuta. Marcos espalma e faz boa defesa. Aos 4, veio a resposta. Denílson recebe um ótimo passe de Élder Granja, invade a área sozinho, mas chuta por cima do gol, na frente do goleiro Renan.

Aos 12, Alex Mineiro recebe assistência de Denílson, domina no peito na área, mas toca por cima do gol na saída de Renan. Aos 23, Alex arrisca o chute, dessa vez de mais longe, e exige outra boa defesa de Marcos.

Aos 29 o Palmeiras abriu o placar. Denílson ganha do zagueiro na corrida, invade a área, corta para o meio e bate forte, no canto direito de Renan. Aos 40, quase sai o segundo. Valdivia parte em direção ao gol, se livra de dois marcadores, mas chuta por cima do gol na entrada área.

No finzinho da primeira etapa, o Inter conseguiu o empate. Em cobrança de falta, Alex lança a bola no segundo pau, e Índio sobe mais do que a zaga e cabeceia no ângulo direito de Marcos.

No segundo tempo, o Palmeiras continuava melhor. Aos 11, em cobrança de falta próxima à área, Henrique chuta forte, e Renan espalma para escanteio. Dois minutos depois, Denílson faz boa jogada pela esquerda e cruza, a bola desvia na zaga e vai parar no segundo pau, mas David cabeceia pra fora.

O gol saiu aos 15. Valdivia cai na área em disputa de bola com Orozco, e o juiz marca pênalti. Alex Mineiro bate no canto esquerdo de Renan e marca. 2×1 Palmeiras!

Aos 31, o Inter teve a chance de empatar. Após cobrança de escanteio, Marcos sai mal do gol e Índio cabeceia. Pierre tira a bola em cima da linha e salva o Palmeiras.

Com o resultado, os dois clubes ficaram próximos na tabela de classificação, com três pontos cada. O Inter leva vantagem no número de gols e é o 11º, e o Palmeiras, o 12º.

PALMEIRAS 2 X 1 INTERNACIONAL

PALMEIRAS
Marcos, Élder Granja (Wendel), David, Henrique e Leandro; Pierre, Martinez, Léo Lima (Lenny) e Valdivia; Denílson (Sandro Silva) e Alex Mineiro
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

INTERNACIONAL
Renan; Índio, Sorondo (Orozco) e Marcão; Jonas, Edinho, Danny Moraes, Alex e Guiñazu; Fernandão (Adriano) e Nilmar (Ricardo Lopes)
Técnico: Abel Braga

Local: estádio do Parque Antarctica, em São Paulo
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ-FIFA)
Auxiliares: Milton Otaviano dos Santos (RN-FIFA) e Marrubson Melo Freitas (DF)
Gol: Denílson (P), aos 29 min, e Índio (I), aos 47min do primeiro tempo; Alex Mineiro (P), aos 15 min, do segundo tempo
Cartões amarelos: Henrique (P), Pierre (P), Martinez (P); Fernandão, Guiñazu (I), Edinho (I), Índio (I)
Cartão vermelho: Edinho (I) e Guiñazu (I)
Público: 10.116
Renda: RS 377.412,00

By Fernando Arbex

Túlio não cansa de fazer gols!

março 10, 2008

17.jpg

Realmente o veterano Túlio de 38 anos tem faro de gol. O atacante do Vila Nova-GO, que ja marcou mais de 800(segundo ele), fez quatro neste final de semana, na vitória do seu time por 7×1 contra o Anapolina.

O artilheiro do Campeonato Goiano reascendeu as esperanças do time em fazer a final da competição. O Vila Nova-GO chegou a 19 pontos e ocupa a vice-liderança do Grupo A.

By Fernando Arbex

Em jogo emocionante, Fenerbahce elimina Sevilla!

março 5, 2008

2.jpg

O treinador Zico completou anteontem 55 anos. E ele não poderia ter recebido presente melhor, como a classificação para as quartas-de-final das Champions League. Algo inédito para o Fenerbahce.

Depois de ter ganho em casa por 3×2, o clube turco foi a Sevilla com o intuito de não dar mole aos anfitriões. Mesmo com o desfalque do lateral brasileiro Roberto Carlos, lesionado, o Fenerbahce jogou de igual pra igual, na partida mais emocionante do dia.

Logo aos 5 minutos, o lateral-direito brasileiro Daniel Alves, bateu falta com força e abriu o marcador para o Sevilla. O time turco ficou desnorteado em campo com o gol sofrido, e sofreu outro logo em seguida. Aos 9, Keita bateu de longe e mandou a bola no canto direito alto de Demirel, que pulou atrasado e não alcançou.

Com a vantagem em baixo do braço, o Sevilla passou a trocar passes. Mas o Fenerbahce não entregou o jogo e cresceu na partida. Aos 20min, Deivid recebeu dentro da área depois de um escanteio cobrado por Alex da esquerda e chutou de pé direito para descontar.

O jogo passou a ficar mais corrido depois do gol do time turco. O Sevilla voltou a pressionar, e o Fenerbahce tentava jogar na inteligência, principalmente do meia Alex, cérebro do time.

Aos 41, Daniel Alves fez boa jogada num lance que Kanouté completou para as redes para fazer o terceiro dos donos da casa.

O Sevilla vai ao intervalo com a classificação nas mãos.

Mas, na minha opinião, o técnico da equipe espanhola errou e errou feio na segunda etapa.  Aos 33, ele tirou o atacante Luís Fabiano, para a entrada do volante Renato.

A alteração fez com que o time de Zico crescesse no jogo. No minuto seguinte da alteração, Alex cobrou falta para a área e Deivid teve liberdade para marcar em um toque de primeira.

O jogo foi para a prorrogação. Mas não teve muitas emoções, já que as equipes estavam “mortas”.

Nos pênaltis deu Fenerbahce. 

Brilhou o goleiro turco Demirel, que defendeu as cobranças de Escudé, Maresca e Daniel Alves. Apesar de Edu Dracena também ter perdido a sua cobrança, o Fenerbahçe ganhou por 3 a 2.

FICHA TÉCNICA:

SEVILLA (ESP) 3 (2) X (3) 2 FENERBAHÇE (TUR)

Estádio: Ramón Sanchez Pizjuán, Sevilla (ESP)
Data/hora: 4/3/2008 – 16h45min (de Brasília)
Árbitro: Massimo Busacca (SUI)
Auxiliares: Matthias Arnet (SUI) e Stéphane Cuhat (SUI)

Cartões amarelos: Keita, Luis Fabiano, Daniel Alves (SEV); Pahin, Deivid, Gönül, Wéderson, Kezman (FEN).

Cartões vermelhos: Não houve.

GOLS: Daniel Alves, 5’/1ºT (1-0); Keita, 9’/1ºT (2-0); Deivid, 20’/1ºT (2-1); Kanouté, 41’/1ºT (3-1); Deivid, 34’/1ºT (3-2).

SEVILLA: Palop, Daniel Alves, Escudé, Dragutinovic e Adriano; Poulsen (Maresca, intervalo antes da prorrog.), Keita, Jesús Navas (Koné, 15’/1ºT da prorrog.) e Capel; Kanouté e Luis Fabiano (Renato, 32’/2ºT). Técnico: Manolo Jiménez.

FENERBAHÇE: Demirel, Gönül, Lugano, Edu Dracena e Wéderson; Sahin (Semih, 17’/2ºT), Mehmet Aurélio, Boral (Kazim Richards, 6’/2ºT da prorrog.) e Alex (Bilgin, 6’/2ºT da prorrog.); Kezman e Deivid. Técnico: Zico.

By Fernando Arbex

 

Flamengo sofre, mas vence Cienciano no Maracanã!

fevereiro 28, 2008

q.jpg

Foi um jogo eqüilibrado do início ao fim no Maracanã. O técnico Franco Navarro da equipe peruana havia dito ontem que a torcida do Flamengo não assustava e não ganhava jogo sozinha.

Mas ele deu sorte que o maraca não estava lotado.

O primeiro gol do Flamengo saiu aos 37 minutos do primeiro tempo, quando Souza recebe na entrada da área e chuta sem chances para o goleiro Flores.

Mas o clube peruano empatou aos 45 minutos. Após centro da esquerda, Bruno sai mal do gol e Vassallo testa para o fundo da rede. 1×1.

No segundo tempo, dois erros grotescos do árbitro paraguaio Ricardo Grance. Ele anulou um gol legítimo do Cienciano, e também não deu um pênalti a favor do Falmengo.

E quando o empate já era dado como certo,  Marcinho recebe lançamento,domina, tira do goleiro e manda a bola para o fundo da rede. 2×1 e festa no Maracanã.

FLAMENGO
Bruno, Leonardo Moura, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Kléberson (Jônatas), Cristian, Ibson e Toró (Obina); Diego Tardelli (Marcinho) e Souza.
Técnico: Joel Santana

CIENCIANO-PER
Flores, Solís, Marengo e Romaña; Bazalar, Guizasola, Ortiz, García (Olcese) e Chiroque; Sawa (Corcuera) e Vassallo.
Técnico: Franco Navarro

Data: 27/02/2008 (Quarta-feira)
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Ricardo Grance (Paraguai)
Auxiliares: Carlos Galeano (Paraguai) e Óscar Viera (Paraguai)
Renda: R$ 605.691,00
Público: 27.802 pagantes
Cartões amarelos: Juan (Flamengo). Romaña, Flores e Garcia (Cienciano-PER).
Gols: Souza, aos 37 minutos; e Vassallo, aos 45 minutos do primeiro tempo. Marcinho, aos 43 minutos do segundo tempo.

By Fernando Arbex